Região Grande Florianópolis

Presságio: STJ nega 4º habeas corpus ao ex-secretário Ed Pereira

O ex-secretário foi preso no dia 29 de maio, na segunda fase da operação Presságio

Autor
Presságio: STJ nega 4º habeas corpus ao ex-secretário Ed Pereira
Ex secretário Ed Pereira. Foto: Facebook / divulgação

O ex-secretário de Turismo, Cultura e Esporte de Florianópolis, Ed Pereira, preso na segunda fase da Operação Presságio, teve seu quarto habeas corpus negado nesta segunda-feira (24). Desta vez, o recurso foi recusado pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ).

PUBLICIDADE

Os três primeiros pedidos para garantir a liberdade do suspeito foram negados pela Justiça catarinense. O primeiro foi solicitado logo depois da prisão, que ocorreu no dia 29 de maio. Já o segundo, foi recusado no dia 3 de junho. Em 18 de junho, foi respondido negativamente o terceiro habeas corpus.

O advogado de defesa do ex-secretário, Claudio Gastão da Rosa Filho, informou, em nota, “aguardar com tranquilidade o julgamento do mérito, que, espera, seja alinhado a precedentes da própria Corte citados na impetração”.

Prisão de Ed e outros três

Ed Pereira e outros três homens foram detidos após o levantamento de evidências de crimes ambientais, corrupção passiva, corrupção ativa, associação criminosa, fraude a licitação e lavagem de dinheiro. A polícia acredita que o ex-secretário chefiava um esquema que criava empresas de fachada para receber dinheiro por serviços prestados de forma fraudada ou indevida.

Na mesma operação, junto a Ed Pereira, foram presos o ex-diretor de Projetos da Fundação Franklin Cascaes, Renê Justino; o professor de educação física terceirizado da Prefeitura da Capital, Lucas da Rosa Fagundes; e o ex-diretor financeiro da Liga das Escolas de Samba de Florianópolis (Liesf), Cleber Ferreira.

Relacionadas