Região Blumenau

Homem que matou vendedor de paçocas é condenado a 14 anos de prisão

Réu já estava preso desde a data do crime, em novembro do ano passado

Autor
Homem que matou vendedor de paçocas é condenado a 14 anos de prisão
Giovane Ferreira da Silva tinha 29 anos quando foi assassinado. Foto: Arquivo / Redes sociais

O homem acusado de matar com golpes de faca um vendedor de paçocas em Blumenau, em novembro do ano passado, na saída de um supermercado, foi condenado pela Justiça a 14 anos de prisão. Em júri popular, o réu foi considerado culpado pela morte de Giovane Ferreira da Silva, de 29 anos.

PUBLICIDADE

A pena deverá ser cumprida em regime inicial fechado. O homem já estava preso desde a data do crime, que ocorreu no dia 3 de novembro de 2023, por volta das 18h, na Rua Antônio da Veiga, no bairro Victor Konder. O vendedor vivia em situação de rua.

Detalhes do crime contra o vendedor

De acordo com a denúncia do Ministério Público de Santa Catarina (MPSC), o réu teria matado a vítima com múltiplos golpes de faca, por motivo fútil, O incidente teria começado quando Giovane ofereceu uma paçoca à filha do denunciado, gerando uma discussão. 

O agressor, ainda segundo o MPSC, teria golpeado a vítima com uma haste de metal, ido até a sua casa, pegado uma faca, retornado ao local e atacado a vítima, inicialmente pelas costas. Ao tentar fugir, a vítima teria sigo perseguida e esfaqueada até a morte, sem chance de defesa.

O réu foi pronunciado pelo crime de homicídio duplamente qualificado, por motivo fútil e recurso que dificultou a defesa da vítima. Por envolver menor de 18 anos, o processo tramitava sob sigilo de Justiça.

Ambos tinham passagens policiais

De acordo com informações da Polícia Civil na época do crime, o morador de rua havia sido preso em flagrante pelo crime de furto no ano 2014. Já o agressor, era investigado por crime de furto no ano de 2010, no estado de Minas Gerais.

Além disso, Giovane, que vivia em situação de rua, havia sido atendido 119 vezes em 4 anos pelo serviço de assistência social da Prefeitura de Blumenau.

Relacionadas