Região Balneário / Itajaí

Dono de lancha que promovia festas e som alto é autuado em Balneário Camboriú

Ele vai responder na Justiça por crime de perturbação

Autor
Dono de lancha que promovia festas e som alto é autuado em Balneário Camboriú
Foto: Divulgação / Polícia Militar

A Polícia Militar de Balneário Camboriú autuou na tarde desta segunda-feira (17) o proprietário de uma lancha e apreendeu vários equipamentos de som. O acusado já estava sendo procurado por perturbação do sossego alheio, por promover festas e algazarras na embarcação. Segundo as denuncias, músicas e festas, inclusive de madrugada, com som alto, eram frequentes, perturbando assim os moradores da cidade.

PUBLICIDADE

A ação conjunta entre o 12º Batalhão e o grupamento da Polícia Militar Ambiental, com apoio de um drone, localizou a lancha na praia central.

Após a abordagem no mar, a polícia levou o barco para uma marina, onde apreendeu vários equipamentos sonoros, incluindo alto-falantes de grande potência. A polícia autuou o dono da lancha pela contravenção penal de perturbação do sossego alheio. Ele irá responderá na justiça pelos crimes, uma vez que várias denúncias foram formalizadas.

A Polícia Militar informou que irá intensificar a fiscalização da ordem pública na faixa de mar da praia central, principalmente com o uso de drones. Na mira, embarcações como som alto, atos obscenos, desordem e outros delitos relacionados.

Histórico de tiros e consumo de drogas

Balneário Camboriú vem registrando muitas ocorrências relacionadas às lanchas que navegam na praia central, especialmente na Barra Sul.

No último sábado (15), a polícia prendeu um homem após ele disparar pelo menos oito tiros para o alto enquanto pilotava um jet ski na praia central. Mais tarde, a polícia deteve ele com a arma do crime em uma lancha com outras dez pessoas. Além do acusado, a polícia prendeu outros dois ocupantes da embarcação com drogas a bordo.

No começo de maio, a polícia prendeu cinco ocupantes de outra lancha por disparos de arma de fogo enquanto navegavam nas imediações da praia central. Ao avistar a polícia, eles descartaram vários objetos no mar, que a polícia acredita serem drogas, mas não foi possível dar o flagrante. Nessa ocorrência, duas pistas foram apreendidas.

Relacionadas