Região Balneário / Itajaí

Maria da Penha: três acusados são presos em Itajaí em menos de 12h

Um homem também foi detido por descumprir medida protetiva

Autor
Maria da Penha: três acusados são presos em Itajaí em menos de 12h
Foto: Arquivo / Polícia Militar

A Polícia Militar (PM) de Itajaí atendeu três ocorrências de violência doméstica e um caso de descumprimento de medida protetiva, todos relacionados à Lei Maria da Penha, em menos de 12 horas.

PUBLICIDADE

No início da tarde desta terça-feira (11), por volta de 13h30min, os policiais acionaram uma viatura para atender um caso no bairro Cidade Nova. No local, eles conversaram com a vítima, uma mulher de 29 anos, que informou ter sido agredida física e verbalmente pelo companheiro. Segundo ela, o agressor chegou em casa embriagado minutos antes.

Os policiais constataram lesões na mão, no ombro esquerdo e na cabeça da mulher. Eles prenderam o acusado, que também é usuário de drogas, e o levaram para a Polícia Civil. Os policiais orientaram a vítima a registrar ocorrência para realizar exame de corpo de delito.

Por volta das 23h, a Polícia Militar de Itajaí prendeu um homem de 43 anos após ele agredir uma mulher de 37 anos. De acordo com a vítima, eles estão casados há 27 anos e em processo de divórcio. O agressor, que não aceita o fim do relacionamento, desferiu vários socos na mão e na perna da mulher. Além disso, ela também informou que sofre agressões verbais com frequência e que o homem bate nos filhos do casal. Os policiais prenderam o acusado e o levaram à delegacia de polícia.

Menor agride a mãe

Já no início da noite, um adolescente de 17 anos agrediu a própria mãe. A mulher chamou a PM, que constatou que o menor usa remédios controlados e frequentemente fica irritado, já tendo agredido a genitora várias vezes. A vítima relatou que o menor, do mesmo modo, já havia puxado uma faca para o pai quando ele tentou defendê-la. Em conversa com os policiais, o menor admitiu os fatos e foi conduzido à Central de Plantão Policial para os procedimentos legais.

Medida Protetiva

Por fim, na madrugada desta quarta-feira (12), um filho ligou para a Central de Emergência informando que o ex-companheiro de sua mãe estava na residência. O homem de 40 anos possui uma medida protetiva contra ele e não poderia se aproximar da vítima.

Os policiais prenderam o homem e o conduziram à Central de Plantão Policial, onde ele responderá, do mesmo modo, por um novo crime por descumprir a decisão judicial de manter-se afastado da ex-companheira.

Relacionadas