Região Balneário / Itajaí

Foragidos do Norte do país são presos pela Polícia Civil catarinense

Eles estavam escondidos em Ilhota e em Florianópolis

Autor
Foragidos do Norte do país são presos pela Polícia Civil catarinense
Foto: Divulgação / Polícia Civil

A Polícia Civil prendeu nesta segunda-feira (17) dois foragidos da justiça da região norte do país, que estavam escondidos em Santa Catarina. As prisões foram nas cidades de Ilhota, no litoral Norte catarinense, e em Florianópolis.

PUBLICIDADE

Na primeira ação, a polícia prendeu um homem que estuprou uma menina de seis anos em Igarapé-Açu, no Pará. Segundo as investigações, ele era professor da vítima e se aproveitou da sua posição hierárquica sobre a criança, que era sua aluna. O ataque, de acordo com os policiais, foi no veículo escolar quando ela retornava para casa.

Logo depois ele fugiu para Santa Catarina, enquanto o caso ainda estava sendo investigado. Após monitorar o acusado, a Coordenadoria de Operações e Recursos Especiais da Polícia Civil o localizou na pequena cidade de Ilhota. Ele foi preso e encaminhado para o presídio regional, onde está à disposição da justiça paraense.

Crime com requintes de crueldade

A Delegacia de Capturas (Decap) da Diretoria Estadual de Investigações Criminais cumpriu um mandado de prisão da Justiça de Macapá (AP) contra um condenado por homicídio. O crime gerou grande repercussão na capital do Amapá devido à violência excessiva do autor. O homem esfaqueou e, então, espancou seu próprio padrasto até a morte.

A Decap iniciou o monitoramento do acusado até prender o foragido nesta segunda-feira (17) no bairro Saco dos Limões, na capital.

As autoridades reforçam que qualquer denúncia sobre o paradeiro de foragidos, mesmo que de outras regiões do país, pode ser feita pelo telefone 181 ou pelo e-mail [email protected]. Além disso, pelo Portal Foragidos da Polícia Civil, é possível conhecer a relação de procurados pela Justiça. A instituição garante o anonimato e o sigilo das informações sobre foragidos.

Relacionadas