Região Balneário / Itajaí

Gaecos de SC e RS unem forças contra o crime organizado

Foram cumpridos mandados de busca e apreensão e de prisão em Balneário Camboriú

Autor
Gaecos de SC e RS unem forças contra o crime organizado
Foto: divulgação

Na manhã desta sexta-feira (14), o Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas (Gaeco) de Santa Catarina, em uma ação conjunta com o Gaeco do Rio Grande do Sul, realizou uma operação contra o crime organizado. Foram cumpridos, pelos dois Gaecos, 24 mandados de prisão, cerca de 50 de busca e apreensão, sendo que três mandados de prisão preventiva e quatro mandados de busca e apreensão nas cidades de Balneário Camboriú, no litoral Norte catarinense, e em Bento Gonçalves, na serra gaúcha.

PUBLICIDADE

Além disso, o poder Judiciário determinou o sequestro de bens, incluindo veículos, e o bloqueio de contas bancárias de doze pessoas sob investigação. No cumprimento de dois dos mandados de prisão, um na cidade de Balneário Camboriú e outro em Bento Gonçalves, os agentes do Gaeco conseguiram prender os suspeitos e também apreender bens que supostamente são resultantes cometimento dos ilícitos daqueles que integram a organização criminosa investigada.

Essas ações são parte da Operação Contas Abertas, deflagrada hoje pelo Gaeco do Rio Grande do Sul, que investiga a existência de uma organização criminosa suspeita de envolvimento em uma série de atividades ilegais, incluindo tráfico de entorpecentes, lavagem de dinheiro, comércio ilegal de armas de fogo de calibres restritos e de uso exclusivo das forças armadas, tanto fora quanto dentro do sistema prisional.

De acordo com a polícia, após uma longa investigação, foi possível identificar quase todos os membros da alta cúpula deste grupo criminoso organizado. Trata-se de uma organização violenta e armada, com uma hierarquia clara e funções e tarefas bem definidas para seus integrantes.

A principal atividade é o tráfico de drogas, além da lavagem do dinheiro obtido ilegalmente e a manutenção dos pontos de venda de drogas, garantida pela força e violência proporcionadas pelo uso e comércio de armas de fogo de diversos calibres, algumas delas de uso militar.

Foto: divulgação

Gaeco

O Gaeco é uma força-tarefa composta, em Santa Catarina, pelo Ministério Público, Polícia Militar, Polícia Civil, Polícia Rodoviária Federal, Polícia Penal, Receita Estadual e Corpo de Bombeiros Militar, e tem como finalidade a identificação, prevenção e repressão às organizações criminosas.

Relacionadas