Região

Homem que matou vizinha já foi condenado por morte de cunhada em 2014

Crime ocorreu na madrugada desta sexta-feira (24), em Guaramirim

Autor
Homem que matou vizinha já foi condenado por morte de cunhada em 2014
Guilberto (à esquerda), matou ]Juliana (à direita). Fotos: divulgação

Já está atrás das grades o homem que confessou o assassinato de um vizinha, a dona de casa Juliana Grasiela Pinheiro Wirth, de 40 anos, morta a facadas dentro da casa onde morava na cidade de Guaramirim, a cerca de 40 quilômetros de Joinville.

PUBLICIDADE

De acordo com a Polícia, o crime foi cometido por Gilberto Ludvichak, de 44 anos. Ele contou que agiu a pedido da namorada, proprietária do imóvel onde a vítima morava de aluguel, no bairro Nova Esperança. Juliana vivia com o filho de dois anos, que é autista. A Polícia apurou que a mulher tinha uma desavença com Juliana, que a teria denunciado às autoridades por maus tratos.

Após cometer o crime, Gilberto abandonou o local e mandou mensagem para a namorada, informando que Juliana já estava morta. A mulher, no entanto, não acreditou no que ouvia e pediu que o companheiro voltasse à casa e fizesse vídeos com seu celular para provar o que dizia. O agressor acatou o pedido e gravou as imagens, que mais tarde foram encontradas pela Polícia no seu celular.

De acordo com a Polícia, a dona do imóvel e mandante do crime passou mal ao receber os vídeos no seu celular. Por conta do mal súbito, ela precisou de atendimento no hospital, onde a Polícia Militar foi acionada.

A Polícia também descobriu que Gilberto foi condenado em 2015 a mais de 18 anos pela morte de sua cunhada, a adolescente Claudiane Salla Belarmino, de 15 anos, assassinada num motel em Guaramirim em 2014. Gilberto cumpriu parte da pena e estava em liberdade desde o dia 6 de maio.

Imagem do julgamento de Gilberto em 2015, quando foi condenado pela morte de Clauriane (no detalhe). Fotos: divulgação

Relacionadas