Região Blumenau

Professora que infartou após ataque em Blumenau recebe alta médica

Alaíde foi submetida a uma cirurgia para introduzir um cateter no coração

Professora que infartou após ataque em Blumenau recebe alta médica
Foto: Divulgação

Uma professora de 60 anos, identificada apenas como Alaíde, que trabalha na creche Cantinho Bom Pastor, onde um atentado matou quatro crianças na semana passada em Blumenau, recebeu alta médica e deixou o hospital na tarde de sábado (8). A informação foi confirmada pela direção do estabelecimento, que concedeu uma entrevista coletiva.

PUBLICIDADE

Alaíde foi uma das educadoras que ajudaram a proteger e salvar outras 36 crianças que também estavam na creche no momento do atentado. A professora teria sofrido um estresse pós-traumático, e precisou ser internada na quinta-feira (6), um dia depois do ataque. Ela foi submetida a um procedimento cirúrgico para introdução de um cateter no coração.

No comunicado, a creche diz que Alaide recebeu alta “com receita de medicações e encaminhamento para manter o tratamento ambulatorialmente”. Exames médicos constataram que a professora não terá sequelas.

No mesmo sábado (8),  prefeito de Blumenau, Mário Hildebrandt, decretou antecipação das férias escolares de julho, informando que o recesso de 10 dias inicia nesta segunda (10), quando uma missa em homenagem às vítimas será celebrada na catedral de Blumenau. Nos últimos dias, pais de alunos e moradores têm prestado homenagens às vítimas na frente da creche.

Relacionadas