Região Blumenau

Polícia prende mais um suspeito de triplo homicídio em Ilhota

Homem de 30 anos estava foragido; havia drogas na casa dele

Polícia prende mais um suspeito de triplo homicídio em Ilhota
Fotos: Redes sociais / Arquivo

Um homem de 30 anos foi preso na manhã deste sábado (24) acusado de ser um dos autores de um triplo homicídio registrado em Ilhota em outubro do ano passado, quando o pai e dois filhos foram executados a tiros. O suspeito estava foragido, escondido em uma casa no bairro Ilha Bela, na mesma cidade onde ocorreu o crime.

PUBLICIDADE

O preso, que não teve a identidade divulgada pela polícia, foi detido com várias porções de maconha, embaladas e prontas para o comércio, além de balança, dinheiro troca e dois celulares. Ele foi localizado após troca de informações entre a Polícia Civil e a Polícia Militar, tentou fugir da abordagem, mas foi capturado e encaminhado ao presídio.

O crime

O crime foi cometido no dia 24 de novembro por quatro homens, em duas motos, que chegaram na Rua Nossa Senhora de Fátima, no bairro Bela Vista, atirando contra as vítimas. De acordo com testemunhas, a família tinha ido negociar um sítio no local. 

O pai de 55 anos era Pedro Ferreira de Barba e os filhos Douglas Samuel Souza, de 25 anos, e Deyvid Vinicius, de 22 anos. Um dos jovens – o mais velho – chegou a ser socorrido com vida e ficou internado no Hospital Marieta Konder Bornhausen, em Itajaí, mas não resistiu aos ferimentos.

Megaoperação policial

No dia 14 de dezembro do ano passado, as Polícias Civil e Militar prenderam cinco pessoas acusadas de envolvimento com o triplo homicídio em uma megaoperação, quando foram cumpridos 15 mandados de busca e apreensão. 

Cerca de 70 policiais participaram da ação, que percorreu diversos bairros de Gaspar e Ilhota. Foram apreendidos diversos objetos e materiais que ajudaram nas investigações. 

Relacionadas