Região Brasil

Presidente Lula vai gastar quase R$ 90 mil para renovar enxoval

Entre as recomendações, está a de que o material seja de algodão egípcio

Presidente Lula vai gastar quase R$ 90 mil para renovar enxoval
Foto: Divulgação

Uma licitação aberta nesta semana pela Presidência da República em Brasília prevê a compra de um enxoval com 168 novas peças de cama, mesa e banho para o Palácio do Alvorada e a Granja do Torto, ambas residências oficiais do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. São colchas, lençóis, fronhas, edredons, cobre-leitos, tapetes e roupões em algodão egípcio que, juntos, vão custar cerca de R$ 89 mil aos cofres públicos.

PUBLICIDADE

Só com as colchas, o gasto será de R$ 48,7 mil. A licitação prevê, ainda, a compra de 18 fronhas para travesseiros avaliadas em R$ 2,6 mil, além de 22 jogos de lençóis orçados em R$ 18,8 mil. O enxoval será composto também por 15 conjuntos de banho por R$ 3,9 mil, 20 roupões de banho por R$ 8,8 mil e 20 tapetes de banheiro por R$ 3 mil.

Roupão fio penteado

De acordo com as exigências previstas na licitação, ao custo unitário de R$ 473, os 10 roupões de tamanho médio devem ser “canelados na parte externa e atoalhados na parte interna, com bolsos e cinto, cor branca, fio penteado, 100% algodão”. Os tapetes devem ser “felpudos, macios e confortáveis”. E conter base antiderrapante para evitar acidentes.

A previsão do governo é que a licitação ocorra no próximo dia 4 de dezembro. Em abril, a Câmara cobrou explicações sobre a compra de um sofá de R$ 65 mil e de uma cama de R$ 42 mil, pelo governo Lula, para o Palácio da Alvorada.

Na época, assessores do gabinete lembraram que grande parte do mobiliário patrimonial do palácio e também da Granja haviam sido deteriorados pelos antigos moradores, liderados pelo ex-presidente Jair Bolsonaro. Alguns móveis inclusive teriam desaparecido após a mudança que marcou a saída da família Bolsonaro das moradias oficiais, quando imagens mostraram diversos caminhões de transportadoras deixando o Palácio.

Relacionadas