Região Santa Catarina

Número de casos de feminicídio dobra no Estado

A idade média das vítimas é de 36 anos

Número de casos de feminicídio dobra no Estado
Foto: Divulgação / Agência Brasil

Os casos de feminicídio dobraram no Estado em 2022. Nos primeiros cinco meses deste ano, 26 mulheres morreram por menosprezo, violência doméstica ou discriminação à condição de mulher, e no mesmo período do ano passado, o número de casos de feminicídio foi 13. Em 2021, a média de idade das vítimas era de 44 anos, e neste ano a média é de 36 anos.

PUBLICIDADE

De janeiro a maio de 2021, a vítima mais nova a perder a vida tinha 20 anos. No mesmo período de 2022, a vítima de feminicídio mais nova no Estado morreu com dois anos. A Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSP) também contabiliza as mortes de duas crianças, de 7 e 11 anos, e de uma adolescente de 15.

De acordo com a Coordenadora das delegacias de Proteção à Criança, ao Adolescente, à Mulher e ao Idoso (DPCAMI) de Santa Catarina, Patrícia Zimmermann, os autores dos crimes têm como objetivo, na maioria dos casos, atingir os familiares das vítimas, principalmente as mães. Na maioria das vezes, eles não se conformam com os términos de relacionamentos e procuram agredir o que mais pode afetá-las.

Relacionadas