Região Balneário / Itajaí

Novela entre Fabrício Oliveira e Carlos Humberto tem novos capítulos

A reação de Pedrão, a reunião do União Brasil, além de outros destaques

Autor
Novela entre Fabrício Oliveira e Carlos Humberto tem novos capítulos

Na semana passada, o ex-prefeito de Balneário Camboriú, Rubens Spernau (PL), tornou clara a sua decisão de somente ser candidato à prefeitura na eleição que se aproxima se houver consenso entre o deputado estadual Carlos Humberto Silva (PL) e o prefeito Fabrício Oliveira (PL), que travam uma verdadeira guerra nos bastidores.

PUBLICIDADE

A situação, que se arrasta ganhando ares de novela, já tem, pelo menos, um resultado definido: a perda de uma das duas lideranças, e isso se dá pelo fato de que Fabrício e Carlos já ultrapassaram o limite que os impede de retomar a boa convivência.

A chamada “República de Curitiba”, que tem forte influência sobre Fabrício, já disse ao prefeito que não aceita qualquer possibilidade de vitória de Carlos que, por sua vez, já afirmou categoricamente que, se for impedido de ser o candidato, o PL não vencerá a eleição, em um claro recado sobre em que lado estará.

O que chama a atenção é que lideranças próximas ao parlamentar entendem que, se o governador Jorginho Mello (PL) até o momento não se pronunciou, é porque já tem uma decisão tomada que não seria favorável ao deputado.

Já uma fonte ligada ao governo me disse que Jorginho não tomou qualquer decisão e que aguardará por um entendimento entre Silva e Fabrício, o que dificilmente ocorrerá, o que é admitido pela própria fonte.

O fato é que o governador já deixou a corda esticar além do limite. Antes tivesse intervido no início do impasse, quando ainda era possível construir um diálogo entre as duas maiores lideranças de seu partido na região de Balneário Camboriú.

Sobre Pedrão

O ex-vereador Pedro Silvestre, o Pedrão (Progressistas), pré-candidato a prefeito de Florianópolis, mostrou-se incomodado com a informação que divulguei ontem sobre a busca que lideranças de seu partido estão fazendo para encontrar uma saída honrosa para ele.

Acontece que Pedrão não explicou o motivo de lideranças do Progressistas, incluindo a ex-prefeita Ângela Amin, terem se reunido com o PL na semana passada em uma conversa com Bruno Mello e Jefferson Fonseca. Pedrão não foi chamado. Falaram sobre uma aproximação com Topázio sem Pedrão. A resposta foi que o Progressistas tem candidato, mas que podem voltar a conversar.

UB se reúne

A direção estadual do União Brasil (UB) se reuniu ontem em sua sede. As principais lideranças gravaram a propaganda eleitoral para a TV, além de discutir o retorno dos trabalhos na Assembleia Legislativa e o posicionamento do partido.

O presidente estadual, deputado Fábio Schiochet, destacou durante o encontro que o UB já está em 240 municípios e que terá 70 candidaturas às prefeituras. Também houve a decisão de que no próximo dia 19 será feito o anúncio de apoio à reeleição do prefeito de Florianópolis Topázio Neto (PSD).

Retorno da Alesc

A Assembleia Legislativa retoma hoje as atividades parlamentares. A primeira sessão será realizada a partir das 14h. O governador Jorginho Mello (PL) apresentará aos deputados a mensagem anual do chefe do Poder Executivo, ato previsto na Constituição do Estado. Após o encerramento da sessão, o presidente da Alesc, Mauro De Nadal (MDB), e o governador concederão uma entrevista coletiva na Sala de Imprensa.

Marcelo Lula é jornalista e radialista. Atuou em emissoras de rádio e jornais no Rio Grande do Sul e em Santa Catarina. Atualmente, faz comentários na Condá FM de Chapecó e na Rede Guararema de Rádios.

O jornalista tem se destacado por furos de fatos de grande repercussão em Santa Catarina, além de matérias investigativas e revelações dos bastidores de importantes investigações e da política.

Relacionadas