Região Grande Florianópolis

Mulher de 90 anos com morte atestada por médicos é achada viva em necrotério em SC

Funcionários da funerária tiveram uma surpresa quando foram buscar o corpo

Mulher de 90 anos com morte atestada por médicos é achada viva em necrotério em SC
Hospital Regional de São José. Foto: divulgação

Uma mulher de 90 anos que havia sido dada como morta por uma equipe médica foi encontrada viva por uma equipe que se preparava para fazer a cremação. Norma Silveira da Silva estava internada no Hospital Regional de São José, na Grande Florianópolis, onde teve sua morte atestada no sábado (25). No entanto, no momento em que dois agentes funerários foram buscar o corpo no necrotério, perceberam que ela ainda estava viva.

PUBLICIDADE

O caso veio à tona depois que familiares de Norma denunciaram a situação, que acabou ganhando projeção nacional. Um dos filhos da idosa, Renato Godoy, relatou que um dia após sua mãe ter sido internada por conta de uma infecção no trato urinário, o hospital entrou em contato para informar que ela havia falecido.

O atestado de óbito apontou a hora da morte às 23h40 de sábado. Na madrugada de domingo (26), os funcionários da funerária perceberam que a idosa estava viva, pois seu corpo estava quente e ela parecia estar respirando. Eles acionaram os médicos do hospital, que conseguiram reanimar a paciente. Norma foi recolocada num dos quartos mas, na segunda-feira (27), não resistiu e morreu.

O que diz o hospital

A direção do Hospital Regional de São José emitiu uma nota oficial e informou que abriu um processo de sindicância interna para investigar o caso. Confira abaixo:

A direção do Hospital Regional Homero de Miranda Gomes, de São José, comunica que a paciente encontrava-se em tratamento paliativo dentro da nossa unidade. Informamos que foi aberto um processo de sindicância para apurar as responsabilidades diante do fato e notificado o Comitê de Ética Médica e à Comissão de óbito“.

Relacionadas