Região Grande Florianópolis

Filhotes de patos que sumiram na UFSC podem ter sido devorados por predadores

Professor especialista explica que a cadeia alimentar faz parte do ciclo da vida

Filhotes de patos que sumiram na UFSC podem ter sido devorados por predadores
Foto: Aecom / UFSC / divulgação

Uma ninhada de filhotes de patos que encantou os frequentadores do campus da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), em Florianópolis, acabou desaparecendo nos últimos dias. Eles vinham sendo vistos na companhia do casal de patos adultos sempre no entorno do lago que compõe os jardins entre os prédios da comunidade universitária. O sumiço repentino causou comoção nas redes sociais, principalmente entre os estudantes, que costumavam fotografar e alimentar as aves.

PUBLICIDADE

De acordo com o professor do Laboratório de Ornitologia e Bioacústica Catarinense (Laboac), Guilherme Brito, o desaparecimento dos filhotes pode ter sido causado pela ação de predadores e faz parte da cadeia alimentar. Brito revela que mantinha esperanças que algum dos filhotes ainda assim sobrevivesse, mas entende que a situação precisa ser compeendida como algo natural no ecossistema.

Guilherme Brito aponta que os filhotes dos patos, frutos da primeira ninhada do casal da espécie que vive no lago, podem ter sido devorados por lagartos, jacarés-de-papo-amarelo ou ainda alguma espécie de gaviões ou falcões e grandes garças.

O professor explica que os filhotes de qualquer espécie animal são sempre os mais visados pelos predadores, justamente por serem menores, inexperientes e indefesos. A esperança a partir de agora é que o casal volte a se reproduzir, trazendo uma nova ninhada e mantendo o ciclo da vida.

Com informações da Agecom/UFSC

Foto: Agecom / UFSC / divulgação