Região Blumenau

Mais de 200 pessoas já foram atendidas na Central da Dengue em Blumenau

Atendimento ocorre de segunda a segunda, no Campus 3 da Furb

Mais de 200 pessoas já foram atendidas na Central da Dengue em Blumenau
Central da Dengue conta com uma equipe multidisciplinar. Fotos: Michele Lamin / Prefeitura de Blumenau

A cidade de Blumenau abriu nesta segunda-feira (11) uma Central de atendimento para casos de dengue. A unidade foi montada no Campus 3, da Furb, que fica na Rua São Paulo, número 2.171.

PUBLICIDADE

Desde o começo dos trabalhos, às 7h de hoje, até o início da tarde, 224 pessoas já haviam buscado atendimento no local, segundo dados atualizados da Secretaria de Saúde de Blumenau.

Como funciona a Central da Dengue

Na Central da Dengue de Blumenau, trabalha uma equipe multiprofissional de 20 pessoas. O grupo é composto por médicos, enfermeiros e técnicos de enfermagem.

O atendimento de moradores com sintomas de dengue é em formato de porta aberta, das 7h às 19h, sete dias por semana, incluindo feriados. Sem fechar aos finais de semana.

Segundo a Secretaria de Saúde de Blumenau, este horário passará por avaliação e, conforme a população busque pelo espaço, o expediente poderá ser alterado.

Blumenau decretou situação de emergência

A abertura da Central da Dengue faz parte das ações anunciadas pela Prefeitura de Blumenau na última sexta-feira (8) quando a cidade decretou situação de emergência por conta da dengue. Outra medida divulgada foi a aquisição de novos pulverizadores para ampliar a atuação dos agentes.

A partir de agora, os moradores ainda receberão mensagens em relação à dengue pelo AlertaBlu. Basta fazer o cadastro no site ou app para recebimento.

Além disso, a prefeitura pode aplicar multas, no valor de R$ 1 mil, ao morador que não tomar providência em relação aos cuidados com a proliferação do Aedes aegypti. A penalidade está prevista na Lei 18.024, de outubro de 2020.

Os agentes de endemias seguem vistoriando residências, depósitos, terrenos baldios e estabelecimentos comerciais para buscar focos do mosquito, mas a população também pode denunciar locais com possíveis focos.

Basta entrar em contato com o programa de combate à dengue, por meio do OuvidorSUS, no 156 (opção 4) ou pelo WhatsApp (47) 3381-7770. Se preferir ligar, o número é o (47) 3381-7771. O atendimento acontece de segunda a sexta-feira, das 8h às 12h e das 13h às 17h.

Relacionadas