Região Brusque

Justiça nega pedido de cassação de prefeito de Brusque

Da sentença ainda cabe recurso junto ao TRE

Justiça nega pedido de cassação de prefeito de Brusque
Prefeito André Vechi - Foto: divulgação

A Justiça Eleitoral indeferiu nesta terça-feira (28) o pedido de cassação do mandato do prefeito de Brusque, André Vechi (PL), que foi eleito para o cargo há apenas dois meses, numa eleição fora de época. A ação judicial que pedia pela cassação foi impetrada por cinco partidos de oposição: PCdoB, PT, PV, Solidariedade e União Brasil.

PUBLICIDADE

De acordo com o pedido, Prefeito e vice teriam cometido cinco irregularidades, ligadas ao trabalho da Secretaria de Comunicação (Secom), o uso de servidores públicos em campanha e gratificação a enfermeiros.

Em outubro, o Ministério Público Eleitoral (MPE) se manifestou com um parecer contrário à cassação por considerar que não haviam provas suficientes para comprovar as acusações, ligadas ao suposto uso indevido dos meios de comunicação e da Secretaria de Comunicação Social durante a campanha eleitoral.

“Não há provas conclusivas capazes de demonstrar com a certeza necessária que os investigados agiram abusando do poder político e econômico, de modo a influenciar no resultado das eleições ocorridas no corrente ano”, afirmou a sentença. A decisão ainda cabe de recurso junto ao Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina (TRE-SC).

Relacionadas