Região Brasil

Justiça concede medida protetiva para cantora Naiara Azevedo; entenda

Artista afirma ter sido agredida durante uma discussão em 7 de julho

Justiça concede medida protetiva para cantora Naiara Azevedo; entenda
Foto: Reprodução / Redes sociais

A cantora Naiara Azevedo entrou nesta quinta-feira (30) para a lista de mulheres no Brasil que possuem medidas protetivas impostas pela Justiça. Isso porque ela denunciou o ex-marido, Rafael Alves Cabral, por violência doméstica, entre outros supostos delitos.

PUBLICIDADE

A sertaneja procurou a delegacia, em Goiânia, para registrar dois boletins de ocorrência. Em uma das denúncias, Naiara afirma ter sido agredida pelo ex-companheiro durante uma discussão entre eles, que aconteceu em 7 de julho.

Naiara afirma que Rafael a sacudiu pelos braços, puxou seus cabelos e orelhas e, ainda, lhe deu um soco na mão direita. A violência a deixou com hematomas, que foram registrados pela cantora em fotos. Confira as imagens abaixo:

A segunda denúncia refere-se ao crime de constrangimento ilegal. “Desde 2021 (quando se divorciou), ela vem tentando separar seu patrimônio do patrimônio de Rafael, porém, até a presente data não foi feita a partilha de bens”, começou o relato.

“Hoje (quinta-feira) a carreta usada nos shows estava sendo preparada para amanhã ir a um show e ela soube que seu ex-cunhado, Fernando Alves Cabral, determinou que fossem retirados do veículo todo o backline, o equipamento de luz, o equipamento de led/luz, fogos de artifício e CO2 e outros equipamentos”, diz o registro.

Naiara também contou à polícia que não tem acesso às informações das contas bancárias, que são movimentadas pelo ex. Além disso, afirmou que vários de seus bens, como casas e veículos de luxo não estão no nome dela, e sim de Rafael.

O advogado de Rafael diz que não tem conhecimento do caso e ainda não vai se manifestar.

Relacionadas