Região Santa Catarina

Identificado casal que morreu em caminhão de maçãs na Serra

Vítimas eram marido e mulher, de 59 e 57 anos

Autor
Identificado casal que morreu em caminhão de maçãs na Serra
Marlise e Ildo residiam em Videira. Foto: Facebook / divulgação

Casal em caminhão de maçãs na Serra – A Polícia Civil identificou no começo da tarde as duas pessoas que morreram mais cedo num acidente na rodovia SC-110, no interior de São Joaquim, na Serra Catarinense. Ildo Pitt, de 59 anos, e Marlise Pitt, de 57, estavam num caminhão Ford Cargo, com placas de Videira (SC) que transportava uma carga de maçãs. Eles residiam em Videira e haviam ido a São Joaquim buscar a carga das frutas quando o acidente aconteceu. O veículo tombou sobre a pista de acostamento depois que o motorista perdeu o controle da direção.

PUBLICIDADE

O acidente aconteceu na localidade de Cruzeiro, no interior do município, conhecido como a capital brasileira da maçã. Os bombeiros e a Polícia Militar Rodoviária foram acionados por volta das 14h30.

Os socorristas encontraram os dois corpos já sem vida dentro da cabine do caminhão. Os bombeiros retiraram o casal dos destroços após uma operação que exigiu trabalho com uso de equipamentos hidráulicos.

Casal morre em caminhão de maçãs na Serra

Bombeiros retiraram o caminhão mais tarde do local com o auxílio de uma carreta e cabos de aço. A carga de maçãs que estavam soltas na carroceria ficou espalhada por uma das pistas e sobre a vegetação junto à rodovia. Os bombeiros ainda procederam a limpeza da pista, com retirada da carga e dos destroços do caminhão que ficaram espalhados.

Foram identificadas no começo da tarde as duas pessoas que morreram mais cedo num acidente na rodovia SC-110, no interior de São Joaquim, na Serra Catarinense. Ildo Pitt, de 59 anos, e Marlise Pitt, de 57, estavam num caminhão Ford Cargo, com placas de Videira (SC) que transportava uma carga de maçãs. O veículo tombou sobre a pista de acostamento depois que o motorista perdeu o controle da direção.
Foto do casal, durante passeio a uma praia em Alagoas. Foto: Facebook

Ildo e Marlise eram ambos naturais de Videira, cidade onde ainda residiam na comunidade de Lurdes. Os dois trabalhavam como agricultores. O casal deixa um casal de filhos, e um neto. Ildo deixa também sua irmã gêmea, Ilda. O velório ocorreu durante todo o dia nesta quinta (29) na igreja da comunidade de Lurdes, em Videira. O sepultamento ocorre às 17h no cemitério da comunidade de Lurdes.