Região Balneário / Itajaí

Fabrício fica no PL e mantém decisão sobre Carlos Humberto

Ex-governador defende candidatura do MDB em 2026, entre outros destaques

Autor
Fabrício fica no PL e mantém decisão sobre Carlos Humberto

Apesar das informações sobre mudança de posicionamento do prefeito de Balneário Camboriú, Fabrício Oliveira (PL), em relação a uma possível candidatura do deputado estadual Carlos Humberto Silva (PL) à sua sucessão, o fato é que nada mudou.

PUBLICIDADE

Tanto uma fonte ligada a Fabrício como o próprio prefeito me disseram ontem que o projeto de sucessão não inclui o deputado, que foi vice-prefeito da atual gestão. “Não brinquei com ele (Carlos Humberto); defendo que ele permaneça como deputado, como foi acordado com a cidade e com o grupo”, escreveu Fabrício sobre a situação.

O prefeito cobra do parlamentar o cumprimento de um acordo, o qual ele afirma ter sido firmado por Carlos Humberto quando resolveu disputar uma vaga à Alesc. Para piorar a relação, o deputado entrou em conflito com um grupo de empresários ligados a Fabrício, situação que reforçou a divisão entre eles.

Quanto a uma possível mudança de partido, o prefeito nega e afirma que seguirá no PL, sigla que preside em Balneário Camboriú. O assunto ganhou corpo ontem, quando, através de nota, o ex-vereador e pré-candidato a prefeito, Claudir Maciel, deixou o União Brasil, após o partido ter anunciado que estará ao lado do candidato que será escolhido por Fabrício. Maciel saiu atirando para todo lado, sobretudo contra Fabrício, o ex-prefeito de Florianópolis Gean Loureiro e o presidente estadual do UB, deputado Fábio Schiochet.

Conversei ontem com Schiochet, que me disse que nunca falou com Fabrício sobre filiação. Ele destacou que, mesmo junto com o PL, apresentará uma opção para a majoritária, que é o vereador Anderson Santos, que saiu do Podemos para se filiar ao União Brasil.

Sobre o MDB

“Entendo que o foco agora é a eleição municipal, mas o MDB-SC só recuperará seu espaço de protagonista se tiver um projeto de candidatura a Governador em 2026” – Paulo Afonso Vieira, ex-governador.

Mais um apoio

Ontem, o prefeito de Florianópolis, Topázio Neto (PSD), recebeu o apoio oficial do Partido Novo. Já são seis legendas apoiando o projeto de reeleição do pessedista: MDB, União Brasil, Podemos, Republicanos, Novo e o Partido Liberal. A indicação do vice caberá ao PL, que deve oficializar o apoio nos próximos dias. Antes, coube ao governador Jorginho Mello (PL) fazer o anúncio em um evento no final de semana.

O projeto do Avante

O Avante também deve ter candidato a prefeito de Florianópolis. Rogério Portanova, que disputou o Governo do Estado em 2018 pela Rede, é o pré-candidato do partido. Portanova liderou a saída de um grupo do PT para construir seu projeto.

Ele destaca que está fora de cogitação qualquer apoio a outro partido no primeiro turno. “Teremos candidato próprio a prefeito e chapa completa para vereador. Não pretendemos apoiar nenhum candidato no primeiro turno, mas estamos conversando com outras forças que podem compor conosco”, disse Portanova.

O ex-senador Dário Berger (PSDB) tentou levar o Avante para o seu projeto de eleição, mas não conseguiu.

Filiação em Joinville

Aconteceu ontem a filiação do vereador de Joinville, Brandel Junior, ao Partido Liberal. A ficha foi abonada pelo governador Jorginho Mello (PL), pelo secretário de Estado da Segurança, Sargento Lima, e pelo deputado estadual Maurício Peixer. O advogado André Ramos, ex-presidente local do Podemos, será o novo secretário municipal do PL.

Apoio a Orvino

O prefeito de São José, Orvino de Ávila (PSD), pré-candidato à reeleição, conquistou um novo aliado. Em uma reunião realizada na noite de ontem, o Republicanos declarou apoio ao atual prefeito. O apoio ganha ainda mais relevância com a filiação ao Republicanos do vereador Mauro Fiscal, que deixa o Patriota, elevando para três o número de vereadores da legenda na Câmara. A reunião contou com a presença do presidente estadual do partido, Carlos Moisés da Silva.

Filiação MDB Florianópolis

O MDB de Florianópolis filiou Mak Pezenatto, liderança de Canasvieiras que é pré-candidato a vereador. Mais de 100 pessoas participaram do evento. Os emedebistas prometem ter uma das chapas mais competitivas da eleição. O evento foi comandado pelo presidente local do MDB, Fúlvio Rosar, e pelo presidente da Câmara de Vereadores, João Cobalchini.

Nome para a majoritária

Com as bênçãos do casal Amin, Romeu Pompilio, empresário da área de entretenimento, retorna ao Progressistas e leva junto um possível nome para ser o vice de Pedro Silvestre, o Pedrão, pré-candidato do partido a prefeito de Florianópolis. O ex-comandante geral da Polícia Militar, coronel Marcelo Pontes, colocou o nome à disposição para a vaga. A presidente local do partido, a ex-deputada Angela Amin, tem conduzido a reconstrução da sigla. Ela abonou as fichas ao lado do senador Esperidião Amin.

Auditores

Florianópolis sediará o 2º Encontro dos Auditores Estaduais de Finanças Públicas, no dia 23 de abril. O evento será realizado no Teatro Ademir Rosa, localizado no Centro Integrado de Cultura (CIC). O encontro tem como tema central a Gestão das Finanças Públicas: Eficiência e Inovação na Promoção do Desenvolvimento. A organização é do Sindicato dos Auditores Estaduais de Finanças Públicas.

Marcelo Lula é jornalista e radialista. Atuou em emissoras de rádio e jornais no Rio Grande do Sul e em Santa Catarina. Atualmente, faz comentários na Condá FM de Chapecó e na Rede Guararema de Rádios.

O jornalista tem se destacado por furos de fatos de grande repercussão em Santa Catarina, além de matérias investigativas e revelações dos bastidores de importantes investigações e da política.

Relacionadas