Região Blumenau

Nadador do Alto Vale é convocado para Jogos Paralímpicos de Paris

Esta é a segunda paralimpíada que o nadador participa representando Rio do Sul

Autor
Nadador do Alto Vale é convocado para Jogos Paralímpicos de Paris
Fotos: Divulgação

O nadador rio-sulense Bruno Becker da Silva foi convocado pelo Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB) na tarde desta terça-feira (25) para representar o Brasil nos Jogos Paralímpicos de Paris 2024. O anúncio foi feito em live transmitida no YouTube da entidade, através do presidente da entidade Mizael Conrado.

PUBLICIDADE

Esta é a segunda vez seguida que o atleta participa dos Jogos Paralímpicos. Em 2020, ele disputou a competição em Tóquio. Bruno é o único atleta que representa um clube catarinense a ser convocado para a competição.

No total, o Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB) convocou 124 atletas de dez modalidades, como badminton, canoagem, esgrima em cadeira de rodas, futebol de cegos, goalball, hipismo, natação, taekwondo, tênis de mesa e vôlei sentado.

Nadador já participou dos Jogos de Tóquio 2020

Bruno garantiu o índice para Paris em sua principal prova, os 200 metros nado livre nas classes baixas, para quem tem deficiências severas. Na mesma prova, em 2020, ele terminou com a quarta colocação. Além de sua principal prova, a coordenação técnica do CPB ainda vai definir outras provas que ele vai participar.

Na última edição dos Jogos, em Tóquio 2020, foram 235 esportistas com deficiência na delegação. O recorde de participantes do país foi nos Jogos do Rio 2016, ocasião em que o Brasil sediou o megaevento e contou com 278 atletas em todas as 22 modalidades já classificadas automaticamente.

Antes de embarcar para Paris o atleta rio-sulense deve passar por um período intenso de preparação no Centro Paralímpico, em São Paulo. “Estou muito orgulhoso de conquistar essa vaga. Participar de uma edição dos Jogos Paralímpicos marca a carreira de qualquer atleta e participar duas vezes é ainda mais especial, por enfrentar em duas oportunidades o ciclo olímpico, de preparação, treinos, viagens e cuidados. Estou muito focado e vou buscar a inédita medalha dos Jogos Paralímpicos para o Brasil e Rio do Sul”, comentou.

Relacionadas