Região Brusque

Em liberdade provisória, vereador Jocimar dos Santos deve se pronunciar em breve

Parlamentar passou por audiência de custódia e pagou fiança

Em liberdade provisória, vereador Jocimar dos Santos deve se pronunciar em breve
Foto: Divulgação / Câmara de Vereadores

O vereador Jocimar dos Santos (DC), que foi preso na última quinta-feira (30), em Brusque, em operação do Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas (Gaeco), está em liberdade desde a tarde de sexta-feira (1), depois de passar por audiência de custódia e pagar fiança. O valor estipulado pela Justiça foi de 30 salários mínimos, pouco mais de R$ 39 mil. 

PUBLICIDADE

Jocimar precisou fazer o pagamento de 50% do valor total da fiança para ser solto. No entanto, a outra metade precisará ser efetuada até às 19h da segunda-feira (4). Além disso, algumas restrições foram estipuladas ao vereador, como a não participação das sessões da Câmara de Vereadores da cidade e monitoramento eletrônico.

A equipe do Portal Guarema News procurou o parlamentar na tarde deste sábado (2) para saber o posicionamento dele diante da denúncia, mas Jocimar disse que, por orientação do advogado, só vai se pronunciar no momento certo, “demonstrando a verdade dos fatos“, disse o vereador ao Guararema News.

A prisão 

O vereador Jocimar dos Santos (DC) foi preso na noite de quinta-feira (30), em Brusque, em operação do Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas (Gaeco). Ele é alvo de investigação de suposta rachadinha, apurada pelo Ministério Público de Santa Catarina (MPSC). A denúncia partiu do próprio suplente dele, Éder Leite.

A Câmara de Vereadores marcou para a manhã de segunda-feira (4) uma coletiva de imprensa para tratar de como vai proceder sobre o ocorrido. Por meio de nota oficial, a Casa repudiou os fatos que terminou em prisão do parlamentar e se colocou à disposição para ajudar nas investigações.

Relacionadas