Região Santa Catarina

Em 2023, pequenos negócios abriram 48 mil vagas de trabalho em SC

Mais de 217 mil pequenas empresas foram abertas no decorrer do ano

Em 2023, pequenos negócios abriram 48 mil vagas de trabalho em SC
Foto: Divulgação

No acumulado de 2023, Santa Catarina gerou 62,6 mil novos empregos, sendo 48 mil gerados pelos pequenos negócios. As informações foram apuradas pelo Observatório de Negócios do Sebrae/SC com base nos dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED). A representatividade dos empregos foi de 77% em 2023, mesmo patamar observado no fechamento de 2022.

PUBLICIDADE

Segundo a analista de Dados e coordenadora do Observatório de Negócios do Sebrae/SC, Amanda Maciel, apesar do saldo positivo na geração de empregos, o resultado absoluto está abaixo do obtido anteriormente, quando 69,8 mil novas vagas foram geradas por Microempreendedores Individuais (MEIs) e Empresas de Pequeno Porte (EPP) em 2022. No recorte dos setores das Micro e Pequenas Empresas (MPEs), apenas o da Indústria fechou com saldo negativo, com menos 1.023 postos de trabalho. Os demais segmentos, como serviço e comércio, alcançaram 29,4 mil e 12,6 mil empregos, respectivamente.

Os dados do CAGED também apresentam um recorte dos municípios que mais contrataram em 2023, são eles: Joinville (5.969 empregos), Itajaí (4.016), Florianópolis (3.763), São José (2.544) e Chapecó (2.094). Considerando as Regionais do estado, aquelas que mais obtiveram contratações foram Foz do Itajaí e a Grande Florianópolis. Dentre as atividades que mais contrataram estão o transporte rodoviário de carga (2.778), a construção de edifícios (2.650), a locação de mão-de-obra temporária (2.419), os serviços combinados de escritório e apoio administrativo (1.974) e os restaurantes e similares (1.728).

Abertura e fechamento de empresas em 2023

Já com relação às empresas, os dados da Receita Federal, também apurados pelo Observatório de Negócios do Sebrae/SC, revelam que o Estado obteve 217.647 pequenos negócios abertos em 2023, um aumento de 5,9% na comparação com o ano anterior. Desse total, houve um fechamento de cerca de 10%, menor índice de empresas que abrem e fecham no mesmo ano, desde 2010 quando a série começou a ser analisada.

O levantamento aponta, ainda, que os MEIs foram responsáveis por 66% do total de empresas abertas em 2023. Os 217 mil pequenos negócios abertos representam 95% do total de empresas abertas no Estado em 2023. Somente a região da Grande Florianópolis somou 24,3% do total, com mais de 55 mil.

Dentre os setores de MEIs que tiveram as maiores altas nas aberturas de empresas está o de serviços, com 55% do total de empresas abertas. Já os segmentos MEI com mais incidência de abertura foram promoção de vendas, preparação de documentos e serviços especializados de apoio administrativo, obras de alvenaria, comércio varejista do vestuário e cabeleireiros, manicure e pedicure.

Relacionadas