Região Grande Florianópolis

Gabriela Ferreira quebra novo recorde e é campeã sulamericana no Chile

Atleta natural de Florianópolis surpreendeu o mundo da natação superando atletas dois anos mais velhas

Gabriela Ferreira quebra novo recorde e é campeã sulamericana no Chile
Gabriela comemorou a vitória em Santiago. Foto: divulgação

A atleta catarinense Gabriela Ferreira, de 12 anos, surpreendeu o mundo da natação na tarde desta quarta-feira (6), ao vencer a prova final dos 100 metros borboleta no Campeonato Sulamericano Escolar de Natação, que está sendo disputado em Santiago, no Chile. Natural de Florianópolis e radicada em Curitiba, Gabriela superou atletas de até 14 anos, entre as melhores do continente, e garantiu a medalha de ouro. Nesta quinta (7), ela volta à piscina para a disputa dos 50 metros borboleta. Confira como foi a final: (Gabriela está na raia 3, de cima para baixo).

PUBLICIDADE

Pela manhã, Gabriela nadou a prova eliminatória e obteve o terceiro melhor tempo entre as 8 classificadas à final, o que aumentou a expercativa de que pudesse garantir ao menos um lugar no pódio. No fim da tarde, na prova decisiva, ela fez mais que o esperado: venceu com tempo de 1min04s67, quebrando mais uma vez o recorde brasileiro da categoria Petiz, uma marca que já era sua desde setembro,  quando nadou em Brasília em 1min04s99, baixando uma marca que não era quebrada havia 11 anos, em 2012.

O desempenho de Gabriela nos últimos dois anos fizeram dela uma das principais promessas da nova geração da natação brasileira. Treinando e competindo pelo Clube Curitibano e com patrocínio da empresa Porto Itapoá, ela se tornou a número 1 no ranking do Paraná, obtendo também o recorde nos 200 metros borboleta, sua maior especialidade.

Além da prova dos 50 metros borboleta nesta quinta, Gabriela também estará na disputa por equipes no revezamento representando o Brasil, podendo garantir até mais três medalhas até o fim dos Jogos no Chile.

Relacionadas