Região Balneário / Itajaí

Carmen Zanotto critica a gestão da Saúde no governo de Carlos Moisés

Progressistas ensaia aliança com PL em Blumenau, Knaesel na disputa em Pomerode e muito mais

Autor
Carmen Zanotto critica a gestão da Saúde no governo de Carlos Moisés

Nesta segunda-feira (30), após eu publicar a situação do Hospital Regional do Oeste, recebi reclamações a respeito do Hospital Regional de São José e sobre a dificuldade financeira enfrentada por hospitais de menor porte no estado.

PUBLICIDADE

Em São José, um elevador caiu e uma mulher quase foi vítima de violência sexual no estacionamento. Sobre o elevador, a secretária de Estado da Saúde, Carmen Zanotto, me disse que está sendo apurado o motivo do acidente e destacou que vários investimentos estão sendo feitos.

Durante a conversa, a secretária foi além, ao destacar que Santa Catarina produz R$ 345 milhões em serviços de saúde, valor o qual, segundo ela, a secretaria de Saúde do governo passado não foi buscar em Brasília.

“O último repasse foi feito em 2018 com o Eduardo (Pinho Moreira) como governador, eu coordenava a bancada federal”, disse Carmen, destacando que durante o governo de Carlos Moisés da Silva nunca foram apresentadas as planilhas de produção o que permitiria os repasses federais.

Sem habilitação

A secretária de Estado da Saúde, Carmen Zanotto, destacou que a Secretaria de Estado da Saúde, durante o governo de Carlos Moisés da Silva (Republicanos), ficou completamente inerte. Segundo Carmen, os serviços de oncologia do Hospital Regional do Extremo-Oeste ficaram durante quatro anos sem a habilitação, fazendo com que o Estado não recebesse os repasses federais. A secretária me disse que apenas neste ano, houve a habilitação no valor de R$ 5 milhões.

Ensaiando aliança

O Progressistas de Blumenau deseja se aproximar do PL para uma aliança na majoritária. As conversas iniciaram com encontros entre lideranças dos partidos que se mostraram dispostas a construir um projeto, movimento que teria a bênção das direções estaduais. Até uma possível chapa já começa a surgir tendo a atual secretária adjunta de Estado da Educação, Patrícia Lueders (PL), e o presidente da Câmara de Vereadores, Almir Vieira (Progressistas).

Knaesel na disputa

O ex-deputado estadual, Gilmar Knaesel (PSDB), deverá disputar a Prefeitura de Pomerode. O tucano se disse animado com o projeto o qual, segundo ele, está em fase de construção. Knaesel entende que na eleição municipal prevalecerá o fator local ao invés das questões ideológicas.

CPI em Joinville

O vereador de Joinville Wilian Tonezi (Patriota) fez um apelo aos demais vereadores para que apoiem a instauração de uma CPI para investigar alguns atos na Companhia Águas de Joinville. Tonezi aponta para uma suposta fraude em um processo licitatório o qual, segundo ele, poderá render um prejuízo ao município de R$ 700 mil.

De acordo com Tonezi, denúncias apontam para um esquema de direcionamento na aquisição de medidores de vazão com certificação internacional. Ele suspeita de favorecimento a um dos fabricantes.

“O que torna a situação mais crítica é o fato de tal certificação não ser acessível em território nacional. Isso anula qualquer possibilidade de concorrência justa e abre margem para contratações superfaturadas, uma violação inaceitável”, afirmou.

Segurança nas escolas

O deputado estadual Matheus Cadorin (Novo) quer que o Governo do Estado informe à Assembleia Legislativa quantos policiais militares do Corpo Temporário de Inativos da Segurança Pública (CTISP) estão de fato trabalhando no Programa Escola Mais Segura, projeto aprovado em 19 de abril deste ano pelo parlamento. Na época, o Executivo estadual afirmou que seriam convocados 1.053 integrantes do CTISP, que receberiam R$ 4,1 mil mensais cada um para proteger as escolas da rede pública estadual.

Suplente

O suplente de vereador de Florianópolis, professor Pedro Cabral (PSOL), vai assumir no lugar do vereador Afrânio Boppré (PSOL) pelo período de 31 dias. Cabral assume nesta quarta-feira (1).

Marcelo Lula é jornalista e radialista. Atuou em emissoras de rádio e jornais no Rio Grande do Sul e em Santa Catarina. Atualmente, faz comentários na Condá FM de Chapecó e na Rede Guararema de Rádios.

O jornalista tem se destacado por furos de fatos de grande repercussão em Santa Catarina, além de matérias investigativas e revelações dos bastidores de importantes investigações e da política.

Relacionadas