Região Santa Catarina

Assassinato de ex-secretário de Major Vieira tem inquérito concluído após seis prisões

Crime ocorreu na tarde de domingo (14) de junho, no Norte do Estado

Assassinato de ex-secretário de Major Vieira tem inquérito concluído após seis prisões
Sergio (no detalhe) foi morto a tiros no domingo, 14 de junho. Foto: reprodução / Polícia Civil / divulgação

Seis pessoas já foram presas suspeitas de envolvimento no assassinato do ex-secretário de Obras da cidade de Major Vieira, Sérgio Roberto Lezan, de 56 anos. Três delas já estavam atrás das grades desde o mês passado. A Polícia informou que dois homens que estão entre os presos são considerados mandantes do crime.

PUBLICIDADE

Sérgio Lezan, que era militar da reserva e também havia sido vereador em Major Vieira, foi morto a tiros na tarde de 14 de junho, um domingo, em frente ao ginásio de esportes da cidade, situada no Norte de Santa Catarina. Conforme as investigações, dois homens se aproximaram da vítima numa motocicleta e, usando balaclavas (capuz preto) para encobrir o rosto, dispararam várias vezes contra Sérgio. A dupla conseguiu fugir, mas foi presa no dia seguinte. Na mesma semana, um terceiro suspeito também foi preso.

Conforme o delegado Darci Nadal Junior, titular da Divisão de Investigação Criminal (DIC) de Canoinhas, as três prisões cumpridas nesta semana encerram o inquérito, que deverá ser concluído nos próximos dias e enviado à Justiça.

A motivação do crime segue sendo um mistério para a Polícia. De acordo com as investigações, Sérgio teria sido um dos responsáveis pelos relatos iniciais que deram origem às denúncias contidas na chamada Operação Conta Zerada, juntamente com o prefeito Adilson Lisczkovski (Patriota), eleito em 2020, com apenas 38% dos votos na cidade.